Devo guardar o vinho na geladeira?

Por Léo Prado 3 Min Read

Quem aprecia a arte de beber vinhos sabe que armazenar corretamente as garrafas é fundamental para manter o sabor da bebida mais querida do mundo. A dúvida sobre guardar vinho na geladeira é tão recorrente por aqui, que mereceu um artigo só para ela.

Mas a gente já inicia entregando: de fato, não é uma boa ideia guardar vinho na geladeira. Isso porque as garrafas precisam de ambiente sem luz, sem oscilação de temperatura, com determinado percentual de umidade e bom posicionamento. Nenhuma destas características é encontrada na geladeira. E tudo o que não queremos é alterar as características físicas e químicas da nossa tão amada bebida, não é mesmo? Nós explicamos melhor abaixo!

Umidade e temperatura
Embora pareça, a geladeira não oferece condições de temperatura e umidade ideais para os rótulos. Até porque cada tipo de vinho requer temperaturas diferentes. Os tintos, por exemplo, ficam bem acondicionados entre 14ºC e 17ºC. Para se ter ideia, uma geladeira apresenta, geralmente, 2ºC a 5ºC de temperatura interna.

Por outro lado, a umidade recomendada para a armazenagem dos vinhos é acima de 60%. O ambiente interno da geladeira é seco. O que acontece, então, é que esta situação faz com que a rolha se contraia e resseque, permitindo a entrada de oxigênio e envelhecendo o vinho de forma equivocada.

Iluminação
Este é outro fator chave. A iluminação também pode alterar o sabor (e até a cor) do vinho. E já imaginou a quantidade de vezes em que uma geladeira é aberta durante o dia? Esse abre e fecha é muito prejudicial à bebida, também por conta das vibrações do eletrodoméstico.

Vinho com “gosto de geladeira”
Quem já guardou um alimento mal vedado na geladeira sabe do que vamos falar. Aquele popular “gosto de geladeira” também pode ser aplicado ao vinho. Outros alimentos, molhos e temperos podem transferir seus aromas à bebida.

E certamente ninguém vai gostar de beber um vinho com aroma de cebola… por isso, está aí um bom motivo para não guardar o vinho na geladeira!

Mas e o vinho que sobrou aberto?
Esse pode ir para a geladeira, sim. De preferência, na vertical, bem vedado e na porta. Só esteja atento para que a garrafa não fique por muitos dias ali. Consuma a bebida com a maior brevidade possível.

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário