5 vinhos tintos perfeitos para o inverno

Por Léo Prado 4 Min Read

A temperatura caiu, o teor alcóolico subiu. A relação entre clima e vinho é estreita e a chegada do inverno é um convite para apreciar rótulos mais encorpados, ricos e reconfortantes. Seja num jantar a dois ou num almoço em família, os dias mais frios harmonizam com pratos com sustância e bons rótulos tintos.

A dica é optar por variedades como Cabernet Sauvignon, Syrah, Merlot, Malbec ou Pinot Noir, uvas que rendem vinhos ricos em sabores e aromas, como notas de frutas escuras, especiarias e taninos mais presentes, perfeitos para acompanhar a gastronomia.

Durante o inverno, pode ser interessante explorar vinhos de regiões produtoras mais quentes, que tendem a ter um teor alcoólico mais alto e maior concentração de sabores. Exemplos são rótulos das regiões de Alentejo e Douro, em Portugal, Sul da Itália, Bordeaux, na França, além, claro, de Argentina e Chile.

Mas, se você cansou de Malbec e Cabernet Sauvignon, experimente outras cepas, menos conhecidas, mas igualmente deliciosas, como as portuguesas Touriga Nacional e Baga ou a francesa Cabernet Franc.

No final, escolher vinhos para o inverno ou qualquer outra estação é uma questão de preferência pessoal. Não tenha medo de experimentar diferentes rótulos e descobrir quais sabores você mais aprecia. Apenas, lembre-se de servir os tintos em temperatura ambiente ou ligeiramente abaixo.

Veja a seguir 5 vinhos tintos perfeitos para o inverno e para acompanhar pratos com mais sustância.

Norton Select Cabernet Sauvignon

A renomada vinícola argentina Norton, localizada em Mendoza, produz este vinho tinto com aromas de frutas escuras, com as clássicas notas de pimenta-vermelha, cassis e tabaco. Elegante, com ótimo corpo, equilibrado e estruturado. 50% das uvas amadurecem em barricas de carvalho francês e 50% em cubas de concreto. Acompanha massas com molho à base de carnes vermelhas e carnes vermelhas assadas.

Vinho Quinta do Valdoeiro Tinto

Versátil, este vinho tinto da Caves Messias, de Portugal, é gastronômico e possui intensos aromas de especiarias. No paladar, é encorpado, equilibrado e bem estruturado. Estagia por 12 meses em barrica de carvalho. Acompanha pratos à base de carnes suculentas e com gordura.

Quinta do Cachão

Produzido no Douro, em Portugal, pela Caves Messias, apresenta aromas frutados com notas de chocolate e tostado. Em boca, revela taninos bem maduros e macios, e final persistente. Amadurece por 6 meses em barrica de carvalho francês e é ideal em acompanhamento de carnes grelhadas, bem como queijos macios.

Carolina Reserva Carmenère

Um tinto chileno de ótimo custo-benefício da famosa vinícola Santa Carolina, envelhece por 8 meses em barrica de carvalho francês. No nariz, tem aromas de frutas escuras, especialmente de cereja, além de notas de café e chocolate. Em boca, é encorpado, tem boa acidez e taninos redondos. Ideal para acompanhar carnes vermelhas, massas e cozinha mediterrânea.

Voga Merlot Terre Siciliane IGT

Produzido na ilha da Sicília, no sul da Itália, este tinto elaborado com a uva Merlot apresenta aromas de frutas escuras. Em boca, é muito macio, equilibrado e com deliciosas notas frutadas. Combina com massas e carnes grelhadas.

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário