Vinícola baiana estreia em importante guia de vinhos com 8 rótulos avaliados acima de 90 pontos

Por Léo Prado 3 Min Read

A Vinícola UVVA, pioneira na elaboração de vinhos de alta gama no terroir singular da Chapada Diamantina – em franca produção aliada à tecnologia e atendimento ao público desde março de 2022 – está comemorando um fato inédito: debutar, com apenas 12 meses de presença no mercado, no Guia Descorchados – a maior referência na qualificação de vinhos na América do Sul.

Para a edição Guia Descorchados 2023 foram testadas, sempre às cegas, cerca de 4.000 etiquetas de mais de 500 vinícolas. Destas, 230 argentinas, 223 chilenas, 35 uruguaias, 35 brasileiras, além de outras também no Peru e na Bolívia.

UVVA aparece no volume “Guia de Vinhos Bolívia, Brasil, Peru & Uruguai” com oito rótulos de sua linha avaliados acima de 90 pontos – patamar que o guia define como “Excelente”. Na categoria Tinto Revelação – Brasil, o varietal UVVA Cabernet Sauvignon 2019 foi o eleito. A ​ vinícola ainda teve seus Diamã 2019, Petit Verdot 2019 e Cabernet Sauvignon 2020 entre os Top 10 Tintos – Brasil.

A publicação será lançada nesta terça-feira, 11 de abril, em evento em São Paulo, ao preço de R$ 295. Em formato de feira de vinhos com 40 expositores, haverá também palestras e degustações ministradas pelo autor, o chileno Patricio Tapia.

Sobre a Vinícola UVVA:

Inaugurada em março de 2022, na região da Chapada Diamantina, município de Mucugê, Bahia – um terroir de solo Franco-Argilo-Arenoso em altitude de 1.150 metros, aos pés da Serra do Sincorá. Um microclima único que resulta em vinhos de alta gama que expressam autenticidade, elegância, equilíbrio e com excelente complexidade aromática.

Com investimento em tecnologia, ciência e a crença no potencial do terroir, tem produção potencial anual de 300 mil garrafas, uma linha atual com 7 rótulos, entre varietais e cortes premiados nos principais concursos nacionais e internacionais em apenas um ano de funcionamento.

No Vinalies 2023, em Bordeaux, seu Cabernet Sauvignon 2019 ganhou Medalha de Prata. Já no prestigiado Guia Descorchados, foram oito rótulos avaliados acima de 90 pontos. No âmbito nacional, dois de seus rótulos, o Cordel e o Microlote Chardonnay, ambos da safra 2019, levaram medalhas de ouro no Brazil Wine Challenge 2022, realizado pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), em Bento Gonçalves (RS).

Mais que produzir vinhos de excelência, a UVVA tornou-se um marco do enoturismo no Nordeste brasileiro, em meio às belezas naturais e atrações de ecoturismo da Chapada Diamantina. Sua sede de arquitetura contemporânea está aberta à visitação agendada, com a equipe do enólogo Marcelo Petroli (De R$ 160 a R$ 310,00 por pessoa). O recém-inaugurado Restaurante Arenito, com menu do chef André, completa a experiência UVVA.

Compartilhe esse Artigo
Deixe um Comentário